Rita-Vilela-jun-2019
 
Se quer conhecer-me e descobrir os efeitos secundários da minha escrita, carregue aqui.


Ser uma escritora com obra publicada foi um sonho que ganhou vida em 2008.

No ano anterior, a minha mãe tinha escrito aos meus primos a dizer que eu iria publicar um livro, talvez dois. Lembro-me de ter comentado na altura que um livro já era excecional, dois era algo que não acontecia a autores estreantes… Estava enganada, nesse primeiro ano publiquei 6 livros! 
Depois começaram as idas às escolas, o feedback entusiasta dos leitores, as sessões de contos, a primeira entrevista, novas editoras interessadas no meu trabalho, a primeira obra publicada fora de Portugal…

Tem sido um percurso fabuloso que me levou mais longe do que eu alguma vez poderia imaginar.

Hoje tenho mais de 50 livros publicados (10 dos quais no estrangeiro)… E a promessa é não ficar por aqui. 

Escrever tornou-se uma paixão, um vício que não quero largar. E saber que essa paixão contribui para despertar o gosto pela leitura, facilitar aprendizagens e promover mudanças, torna tudo ainda mais especial.

A inspiração? Essa não falta, encontro-a nas pessoas que conheço, no mundo que me rodeia e bem dentro de mim.

Se acredito em impossíveis? Tenho de acreditar, a minha carreira literária é um exemplo de que eles existem.

Rita Vilela